Notícias
MT: Ponto de leitura distribui mais de dois mil livros

Fonte: Circuito MT.

Literatura infanto-juvenil, ficção, romance, história do Brasil ou cultura mato-grossense. Teve livro para todos os gostos e idades na Caravana da Transformação. E o melhor: todos gratuitos, bastava escolher e levar para casa. Na edição de Jaciara, duas bancas estavam disponíveis para o público, uma da Biblioteca Itinerante, ligada à Secretaria de Estado de Cultura (SEC-MT), e outra do projeto Inclusão Literária, do produtor cultural Clóvis Matos.

O espaço colorido, com mesas e cadeiras, era um convite à leitura, principalmente para as crianças que acompanhavam os pais nas consultas e demais serviços oferecidos pelo programa. Foram disponibilizados cerca de 2.800 exemplares de livros, entre os dois projetos. Além disso, o público teve à disposição mil CDs de artistas mato-grossenses.

Clóvis Matos já havia participado da primeira Caravana, em Barra do Bugres, e garantiu presença novamente na quarta edição. Na estreia dele, o Inclusão Literária distribuiu 1.500 exemplares e dessa vez aumentou o estoque para 1.800. “Sempre que posso participo, temos que aproveitar todas as oportunidades para promover o acesso à literatura”, afirmou o produtor cultural que, desde 2005, se dedica a distribuição de livros, oficinas literárias e criação de pequenas bibliotecas.

A Biblioteca Itinerante também estava presente. Além dos livros, foram realizadas atividades pedagógicas de incentivo à leitura, contação de histórias, oficina de dobradura e distribuição de mil livros de autores mato-grossenses. Tudo o que a professora Rosilene Ferreira, de 45 anos, acredita ser essencial para uma educação de qualidade.

“Salas de leitura e espaços como esse atraem as crianças e as levam para um mundo lúdico, de sonhos e de conhecimento. Sabemos que a educação infantil é a base para uma educação de qualidade, é o começo de tudo”, frisou a educadora.

Orientação

Nesta edição da Caravana, a população também teve um espaço para receber orientações sobre o edital de Pontos de Cultura. O objetivo do programa é fomentar 35 projetos propostos por entidades culturais que atuam no desenvolvimento, articulação e fortalecimento da Política Nacional de Cultura Viva no Estado de Mato Grosso.

Os Pontos de Cultura são organizações que impulsionam um conjunto de ações culturais em comunidades e compõem uma rede de articulação, recepção e disseminação de iniciativas culturais. Eles devem efetivar o acesso à cultura, principalmente para segmentos e populações historicamente excluídos e em regiões precárias na estrutura e oferta de bens e serviços culturais.

A equipe da Secretaria de Estado de Cultura também ofereceu orientações sobre o Mapas MT, um software livre para mapeamento colaborativo. O sistema é alimentado tanto pelas Secretarias de Estado e Municipais quanto pelos agentes culturais. Nele são inseridas informações sobre os equipamentos culturais, turísticos, programações oficiais e editais. A população em geral pode se cadastrar como agente (individual ou coletivo) e divulgar suas próprias programações.

 

Foto do topo: Reprodução.

Veja também

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

1 + 17 =