Notícias
Preço do livro sobe mais que inflação em 2016, mas faturamento do setor cai 9,2%

Fonte: Cauê Muraro/G1.

Valor médio do exemplar aumentou de R$ 36,59 para R$ 39,77. Número de cópias vendidas também diminuiu; veja números do balanço do mercado editorial brasileiro.

Foi uma história com final infeliz – e previsível. Em um ano de crise econômica e sem um fenômeno equivalente aos livros de colorir para adultos, o mercado editorial brasileiro fechou 2016 com uma queda de 9,2% em faturamento (considerando a inflação). Foram R$ 1,62 bilhão em 2015 e R$ 1,57 bilhão no ano passado.

2016 foi cheio de “spoilers”, com repetidos resultados negativos ao longo de toda a temporada (só no primeiro semestre, o recuo havia sido de 15,61%). Nos últimos episódios, a black friday e o Natal apareceram para melhorar discretamente a situação, mas não a ponto de garantir saldo positivo.

Para tentar reagir ao cenário desfavorável, o setor aumentou o preço médio do livro: de R$ 36,59 em 2015 para R$ 39,77 em 2016 – um acréscimo de 8,69% (acima da inflação no período, que foi de 6,29%). Além disso, o número de exemplares vendidos diminuiu 10,84%: de 44,2 milhões de obras em 2015 contra 39,4 milhões em 2016. Esses números estão na edição mais recente do Painel das Vendas de Livros do Brasil.

Além do Painel das Vendas de Livros do Brasil, há a pesquisa Produção e Vendas do Setor Editorial Brasileiro. Mas esta é uma estimativa que usa dados colhidos a partir de uma amostra das editoras, e não em pontos de venda. O estudo é feito pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe), pelo Snel e pela Câmara Brasileira do Livro (CBL).

Em agosto de 2016, a Fipe, o Snel e a CBL divulgaram o dossiê “10 anos de Produção e Vendas do Setor Editorial Brasileiro”. Ele constatou que o mercado editorial brasileiro teve uma queda de 12,5% ao longo da última década, considerando a inflação do período.

Em 2006, o faturamento do setor foi de R$ 5,98 bilhões (em valores corrigidos). Em 2015, foi de R$ 5,23 bilhões.

Para ler a matéria na íntegra, clique aqui!

 

Foto do topo: Reprodução.

Veja também

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

três + 5 =